Vozes

Ontem teria sido o aniversário de minha mãe. Dia de se lembrar dela, mas não exclusivamente, o único dia pra me lembrar dela. Isto acontece todos os dias.


Ao acordar e descerrar as cortinas, por exemplo, lembro-me dela dizendo: abra as janelas pro sol entrar e trazer luz e saúde.


Ao chegar na pia, lembro dela dizendo: lave bem o rosto pra tirar a cara de ontem. Quando não dá tempo de tomar banho, lembro dela dizendo: lava então só as partes principais.


Se a roupa tá muito amassada, lembro dela perguntando: essa roupa saiu da garrafa? Ao sair do closet, lembro dela falando: fecha as portas dos armários pra não deixar a sorte sair.


Quando me sinto um ignorante sobre tudo, um pouco, lembro dela falando: inteligente é aquele que sabe viver.


E assim vou vivendo, convivendo, ouvindo vozes, reparando em luzes e sombras, prestando atenção em tantas coisas lá e acolá, que até eu me assusto e também, cuidando pra que não tropique, pois, segundo meu filho, é pro chão, que supostamente eu deveria tar olhando...



129 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Frigidaire

Essencial