Transversal do Tempo

Muito daquilo que somos hoje é o que, um belo dia, vivemos, experimentamos e aprendemos com nossos pais, irmãos, familiares e amigos.


Um exemplo das coisas que aprendi a apreciar com meu irmão Gusto, que ontem completou seis anos que nos deixou, foi a música.


Envolvendo boa parte do seu salário no Projeto Rondon, Gusto chegava em casa com os LPs de todos os bons da nossa MPB embaixo do braço.


Aquilo era sagrado. Ouvindo e ouvindo de novo cada vinil, fui crescendo e descobrindo músicas, compositores e intérpretes, que fizeram com que hoje, eu goste do que gosto.


Num tempo sem Internet e sem tanta informação, Gusto foi meu farol. Lembro da matinê de domingo em que ele me levou no Palácio de Cristal do Círculo Militar, onde uma Rita Lee novinha cantou de olhos fechados por causa dos raios de sol de fim da tarde batendo em seu rosto.


A barra do amor é que ele é meio ermo, a barra da morte é que ela não tem meio termo... Versos geniais de uma das músicas fantásticas, na voz maravilhosa de Elis Regina, a aniversariante do dia de hoje.


Sempre gostei de Elis. Era do tipo que arrancava páginas da Manchete no dentista, se a revista tivesse uma entrevista com ela.


Tal qual Gusto, com o primeiro salário do meu primeiro estágio, ainda no Cefet, comprei na Rei dos Discos, o Trem Azul, um LP duplo.


Assisti o show Transversal do Tempo na última fila do segundo balcão do Guaírão, mas assisti. Quando Elis partiu, muito antes do combinado, eu tava em Pinheiros, perto de onde ela morava.


Eu tinha dezoito anos e ela, só o dobro disso. Era difícil acreditar no que o rádio não parava de anunciar.


Passei de ônibus em frente ao IML pela manhã e só não fui ao teatro, no velório, porque teria que passar a noite na rua e meus pais me desencorajaram.


Sensibilidade, amizade, diversidade, simplicidade, superação e tantas outras coisas, pude aprender com a convivência com Gusto.


Olhando pra trás, na transversal do tempo, podemos ver o presente e imaginar o futuro.


Espero que um dia possa enfrentar a inevitável passagem, tão cheio de fé, paz e esperança, como ele fez.


Agradeço a oportunidade que tive de tê-lo como irmão. Até um dia meu irmão. Parabéns Elis…


101 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Frigidaire

Essencial