Tijolo por Tijolo

Uma casa é construída tijolo por tijolo. A limpeza de uma parede de tijolinho à vista, pra que seja verdadeira, também tem que ser tijolo por tijolo.


Naquele dia, num processo, que consumiu parte do meu fim de semana, além de escutar muita música, apesar do barulho e pude pensar na vida, apesar do trabalho pesado.


Conforme ia, de tijolo em tijolo, arrancando a sujeira do tempo ali depositada, os separava mentalmente em fileiras, filas, carreiras e colunas, pra que não me perdesse e não desistisse da peleja.


Alguns, que julgava que seriam difíceis, se mostraram fáceis. Outros, que já senhor de si e da ducha, julguei fáceis, se mostraram verdadeiras carne de pescoço.


Todos eu vi, enfrentei e venci. Verdade que alguns ficaram uma jóia, outros, um anelzinho daqueles de pipoca. Mas eles já nasceram assim, parecidos, mas não iguais.


Pensei que na vida, os tijolos poderiam ser os dias. Uns fáceis de vencer, outros difíceis. Só saberemos se enfrentarmos cada um deles, sem desistir da empreitada.


Podemos crias carreiras, semanas, meses, anos, mas não adianta, não dá pra repetir nem pular nenhum. A vida tem que ser vivida e encarada dia após dia, do início até o último, de frente e à vista: sem reboco.


36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Frigidaire

Essencial