Ogivas em Curitiba

Atualizado: 28 de fev.

Em Curitiba, com exceção de algumas exceções, é raro encontrar construções com arcos ogivais.


O mais comum são os arcos romanos ou plenos, que são aqueles arredondados como um arco-íris.


Esses tempos, caminhando na região em que o centro vira Batel e o Batel vira centro, reparei nesta construção, na Emiliano Perneta, esquina com a Visconde do Rio Branco, que ostenta arcos ogivais. Característicos da arquitetura gótica, os arcos da fachada desta linda casa, hoje convertida num ponto comercial, mantém o tal estilo que evoluiu do românico e precedeu o renascentista.


Seja como for, por mais antiga que a casa seja, trata-se apenas de uma releitura de um estilo, normalmente aplicado na arquitetura religiosa, pois quando o estilo gótico surgiu, o Brasil tinha apenas quinhentos anos, negativos.


Em tempo, o termo gótico só apareceu na época do Iluminismo no século XVII, como um insulto estilístico, já que, pros iluministas, a arte gótica era bárbara, típica do período medieval, sendo uma referência aos godos, povo bárbaro germano e tosco. Quem diria...




253 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Frigidaire

Essencial