Antigos Carnavais

O Carnaval na televisão era muito legal de madrugada. Eu chegava tarde no Seminário, onde morava, vindo do centenário e ficava horas rindo baixo dos repórteres estranhos em festas esquisitas entrevistando foliões malucos.


Não havia padrão, nem politicamente correto, nem vínculo com patrocinador, nem roteiro, nem nada.


Era gente bêbada, louca pra aparecer, travestis, atrizes e atores do décimo escalão e outros totalmente desconhecidos.


Podia aparecer de tudo a qualquer hora. O entrevistador não sabia o que perguntar e o entrevistado, além de não conseguir escutar a pergunta, não conseguia formular uma resposta.


Uma noite, na Band, Bandeirantes naquela época, o infame Otávio Mesquita, numa daquelas reportagens sem pé nem cabeça, entrevistava alguém, quando uma mulher, que apareceu por atrás, resolveu tirar a parte de cima do biquíni.


O diretor, agindo rapidamente, evitando complicações com a censura, ordenou ao câmera, pra que filmasse a Prochaska. O cara, tentando obedecer ao diretor, focalizou a parte debaixo da moça, obviamente já desnuda.


Ao ver aquilo, o diretor gritava: fecha na Prochaska! Na Prochaska! O câmera por sua vez, fechava o foco ainda mais, enquanto o diretor desesperado berrava: na Prochaaaaaaska!”.


O câmera não tinha mais como dar zoom e a cena em close-up invadiu as telas dos lares em rede nacional.


O que o infeliz não sabia, ou não entendeu, é que a apresentadora e atriz, que fazia a transmissão junto ao Otávio Mesquita, se chama Cristina Prochaska.


Realmente, aquilo tudo era muito engraçado. Oh, old times...



190 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Frigidaire

Essencial