A Adoção

Peça em um ato com dois personagens: uma bondosa protetora de animais (BPA) e um maldoso pai adotivo (MPA) Cenário, diálogo pelo WhatsApp:


BPA: E você mora em casa? Tem outros cães? Não será doado pra ficar em quintal e sozinho em casa...


MPA: Moro em casa. Nosso West morreu há um mês. Meu escritório é em casa.


BPA: Moram mais pessoa na casa? Ele então não ficaria sozinho em casa o dia inteiro?


MPA: Não.


BPA: Você concorda com a castração imediata e com os custos?


MPA: Por que tem que castrar?


BPA: Em torno de R$ 250,00. Tenho bons lugares para indicar. Pela saúde dele, para não correr o risco de ficar reproduzindo por aí. Para diminuir a marcação e território. Nós como protetores não damos nenhum cãozinho sem castrar.


MPA: Nós gostaríamos de conhecê-lo.


BPA: Mas desculpe, se você não tem essa consciência, então não doaremos. Obrigada.


MPA: Que consciência?


BPA: Da importância da Castração.


MPA: Mas eu concordo com a castração. Só quero conhecê-lo. Que conversa de louco...


BPA: Não é conversa de louca. É conversa de gente que tem responsabilidade, é bem informada sobre a importância da Castração. Para evitar câncer por exemplo e evitar que seja usado para cruzar! Ele é exatamente o resultado da compra de cachorro de raça como objeto e quando enche o saco, descartam. Portanto, quanto mais castrados, mais abandono e rejeição evitamos. MEU trabalho de protetora é muito sério. Estou buscando um lar para um cão rejeitado pela sua família. Usando meu tempo, minha paciência e meu amor pelos animais. Pena que encontro gente insensível pelo caminho. Tenha uma boa tarde!


MPA: Eu concordei com a castração. Não faça tempestade num copo d’gua. Perdi meu companheiro de 14 anos e você não demonstrou nenhum sentimento a respeito disso. Somos todos insensíveis então.


BPA: O senhor não concordou com a castração, perguntou porque tem que castrar? Isso significa que não dá importância e não sabe da importância disso. Quanto à sua perda, sim, sou bem sensível à isso, mas nem deu tempo de demonstrar. Quando o senhor falou em conversa de louco. Passar bem!


MPA: Ok. Uma boa tarde, passe bem. Não tinha entendido a castração como moeda de troca, apenas isso. Aprenda a conviver com a ignorância alheia. Isso fará bem a você. Muito obrigado pela oportunidade. Espero que o cãozinho encontre uma casa onde o tratem tão bem quanto o trataríamos aqui. Parabéns por seu trabalho. Bom final de semana.


CAI O PANO


P.S.: Que conste nos autos que o Thomas tá muito feliz em casa conosco e nós com ele...


52 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Frigidaire

Essencial